Início Zona Sul Pessuto desabafa após novos casos de depredação de patrimônio público

Pessuto desabafa após novos casos de depredação de patrimônio público

Enquanto é realizado um dos maiores programas de recuperação de galerias já visto em Fernandópolis – 2017 = 60 novas galerias = 30 Toneladas de Lixo Retiradas; 2018 = 30 novas galerias em vários bairros com material feito totalmente pelo Almoxarifado, o prefeito André Pessuto ainda fez um desabafo nas redes sociais na última semana.

Em sua página oficial no Facebook, Pessuto registrou e lamentou a depredação de lixeiras, recém conquistadas e instaladas em várias vias públicas da cidade.

-- continua depois da publicidade --

Ao todo Foram instalados 14 novos coletores de lixo na avenida Aldo Livoratti, no calçadão construído entre os bairros Antônia Franco e Santo Afonso. O local recebeu as lixeiras por ser utilizado por uma grande quantidade de moradores para a prática de caminhada. Além disso, está próximo a uma APP (Área de Preservação Permanente) e também ao Ribeirão Santa Rita.

De acordo com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, o coletor de lixo urbano é um item fundamental para o correto armazenamento temporário do lixo produzido diariamente pela cidade. Além de conservar o ambiente urbano limpo, evitam o entupimento de bueiros, que podem causar eventuais alagamentos e enchentes e a proliferação de animais transmissores de doenças.

Os coletores de lixo incentivam a participação da população na contribuição do sistema de coleta seletiva de destinação final ambientalmente adequada dos resíduos sólidos do município, além de reduzir os serviços de varredura.

Casos de depredação ao patrimônio público tornaram-se constantes na cidade desde o ano passado, principalmente na região central da cidade quando as aplicações em jardinagem foram alvo de vândalos.

 

COMPARTILHE