Início Vizinhos Na região, grupo de “Mulheres contra Bolsonaro” cresce dia a dia

Na região, grupo de “Mulheres contra Bolsonaro” cresce dia a dia

O candidato de extrema direita Jair Bolsonaro, em primeiro lugar nas pesquisas para as presidenciais do Brasil em um cenário sem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, também é a personalidade que gera o maior nível de rejeição, em particular entre as mulheres.

As mulheres, que representam 52,5% dos 147,3 milhões de eleitores, constituem a principal barreira ao voto “bolsonarista”. Apenas 13% votariam nele e 43% nunca o fariam.

NA REGIÃO

As mulheres são uma das grandes barreiras para a candidatura de Jair Bolsonaro à Presidência da República. No mês que antecede a votação de 7 de outubro, uma mobilização virtual, que promete desembocar num protesto de rua no fim de setembro, veio engrossar o discurso contra o nome do PSL.

As mulheres da região estão se reunindo na internet contra o candidato a presidência da República, Jair Messias Bolsonaro (PSL). O grupo “Mulheres Contra Bolsonaro Votuporanga e região” já soma quase 3 mil integrantes no Facebook.

A fundadora do grupo, Anny Zirondi, afirmou que “a vontade de ter um grupo voltado às mulheres foi devido ao alto índice de rejeição que o ‘coiso’ exerce sobre nós mulheres”. “Resolvemos então fazer um grupo na região para que possamos ser mais atuantes na luta”, disse.

A criadora do grupo ressaltou que “é importante que fique claro que o grupo é totalmente apartidário, fechado exclusivamente para mulheres”.

CONFIRA O GRUPO

 

COMPARTILHE