Início Zona Norte LEGISLANDO: DIA DO EVANGÉLICO; QUALQUER UM PODE SER MOTOTAXI; ADOÇÃO DE PRAÇAS

LEGISLANDO: DIA DO EVANGÉLICO; QUALQUER UM PODE SER MOTOTAXI; ADOÇÃO DE PRAÇAS

Após quase 60 dias de recesso, os vereadores de Fernandópolis voltaram aos trabalhos na noite dessa terça-feira (7). Numa noite sem projetos mais recheadas de requerimentos indicações os vereadores questionaram o cronograma de serviços de recapeamento asfáltico da cidade.

Com a recente liberação do crédito para o início dos serviços de recape em 100% das ruas da cidade os vereadores aproveitam a oportunidade para junto aos seus nichos eleitorais prometerem serviços de recape fora da ordem de planejamento do Executivo mesmo sabendo que eles aconteceram e aproveitaram a volta aos microfones para duelarem.

-- continua depois da publicidade --

O 4Cantos também destaca um ofício enviado por um munícipe que solicita dos Vereadores a promoção de conscientização de motoristas e motoqueiros para eliminação em definitivo do barulho ensurdecedor provocado por alguns condutores desses veículos, principalmente no período noturno. A barulheira vai além do bom senso. Quem assina o oficio é o munícipe

CONFIRA OS DESTAQUES

QUE TAL O DIA DO EVANGÉLICO?

É de autoria da Vereadora Maiza Rio, indicando ao Prefeito Municipal, as devidas providências no sentido de viabilizar, por meio do departamento competente, a realização de evento público em comemoração ao Dia do Evangélico, instituído no município pela Lei nº 2.714/2002, a ser comemorado no segundo domingo do mês de agosto.

COMO FUNCIONAM AS FEIRAS DA CIDADE?

Jpeg

Vem da Vereadora Janaina Andrade Alves, o pedido de informações objetivando esclarecer qual a norma que rege o funcionamento das Feiras Livre no município, especialmente da Feira Livre realizada no entorno do Mercadão Municipal, notadamente com relação ao dimensionamento do espaço ocupado pelos feirantes e seu respectivo pagamento.

QUALQUER UM PODE SER MOTOTAXI

Ademir de Jesus Almeida, sugeriu a Prefeitura Municipal a alteração da legislação que disciplina o serviço de transporte individual de passageiros em motocicletas mediante aluguel – moto-táxi –   no município de Fernandópolis, permitindo que esse serviço seja prestado por pessoa física, sem a necessidade de vinculação à empresas prestadoras de serviços, cooperativas ou agência de serviços. A sugestão deve ser colocada em pauta justamente por conta da seguridade dos passageiros no caso de cobranças e possíveis acidentes.

VENDA E TRANSFERÊNCIA DO ALMOXARIFADO

O Vereador Julio Zarola, quer a mudança de um dos maiores imóveis da prefeitura. Indicando ao Prefeito Municipal, as devidas providências no sentido de viabilizar, por meio do departamento competente, Zarola sugere a transferência do Almoxarifado Municipal Nelson Marinelli, localizado no bairro Vila Regina, para a área onde funciona a Secretaria Municipal de Agricultura e Escola Agrícola – EMEFA Melvin Jones, e posterior venda daquele imóvel.

Atenção Psicossocial Infanto-Juvenil

Jpeg

O Vereador Murilo Martins Jacob Filho, requerendo do Prefeito Municipal, informações objetivando esclarecer objetivando esclarecer se a Secretaria Municipal de Saúde pretende instalar um Centro de Atenção Psicossocial Infantil – CAPS I – no município, Segundo Jacob, Centro de Atenção Psicossocial Infanto-Juvenil (CapsI) realiza o acolhimento, tratamento e reinserção social de crianças e adolescentes, com idade entre 0 e 18 anos, que tenham transtornos mentais graves e persistentes. São oferecidas diferentes modalidades de tratamento, dependendo das necessidades de cada uma delas.

TEM REMÉDIO ?

O vereador João Pedro da Silva Siqueira, quer saber como andam as distribuições de medicamentos na cidade. Siqueira pede a relação dos medicamentos disponibilizados gratuitamente à população pela Farmácia Municipal, esclarecendo quais deles estão em falta no momento, destacando aqueles adquiridos por meio do Programa Farmácia Popular do Brasil, nominando os medicamentos adquiridos no período de janeiro a julho de 2018, com seus respectivos valores. O vereador parece desconhecer o Saútil  – Veja matéria em destaque –

QUANTAS PRAÇAS FORAM ADOTADAS EM FERNANDÓPOLIS?

Jpeg

Cidinho do Ipanema questionou se o Município tem colocado em prática e realizado a divulgação do Programa de Adoção de Praças, Jardins e Logradouros Públicos, conforme decreto do Executivo informando quantos termos de adoção foram firmados desde a vigência dessa norma até a presente data, ou seja, desde 1997. O 4cantos traz em destaque hoje, um logradouro publico de Fernandópolis, adotado e preservado por moradores – Veja matéria em destaque

 

 

 

 

 

COMPARTILHE