Início Zona Norte Justiça condena ex-prefeito mais uma vez

Justiça condena ex-prefeito mais uma vez

O juiz da 2ª Vara Civel, Renato Soares de Melo Filho, condenou o ex-prefeito de Fernandópolis,Luiz Vilar de Siqueira a pagar multa de 2% do valor atualizado da causa, em R$ 797.536,77.

A ação é fruto de  uma prestação de contas junto a Justiça Eleitoral com a desaprovação das contas. No pedido, o Ministério Público requereu a indisponibilidade dos bens.

-- continua depois da publicidade --

Segundo a Justiça, o ex prefeito de Fernandópolis deverá pagar multa de 2% do valor atualizado da causa no prazo de 60 dias corridos, sob pena de expedição de certidão de dívida ativa, ratifica a justiça.

VIDA DE LUXO MAS DECLARAÇÃO DE POBREZA. 

Para o magistrado, em nenhum momento a decisão sustentou que o requerido seria proprietário do apartamento (com vista para o mar) localizado no centro de Balneário Camboriú (uma das regiões, como demonstrado, mais valorizadas do país), local onde Vilar acabou detido pela policia.

Ainda segundo o entendimento da Justiça, mesmo o tal apartamento pertencendo e o estilo de vida luxuoso sendo bancado por terceiros, não há sentido que em relação ao Estado (custas, emolumentos, taxas) seja diferente

“(…) A má-fé, conforme claramente se depreendeu da decisão, consistiu não apenas no fato de omitir estas informações básicas (modo de vida luxuoso), mas também por ter se declarado como se miserável fosse, além de não ter informado seu novo e luxuoso endereço. Como se não bastasse, consta da certidão que os ilustres advogados foram intimados da decisão , quando se determinou a citação do requerido (Luiz Vilar) em seu último endereço informado Para a surpresa de ninguém, ficaram inertes naquele momento(…)”

COMPARTILHE