Início Zona Oeste Fernandópolis proíbe entidades de fora de pedir contribuições pela cidade

Fernandópolis proíbe entidades de fora de pedir contribuições pela cidade

A Câmara Municipal de Fernandópolis já aprovou  o projeto de lei de autoria do vereador Julio Cesar de Carvalho, o Zarola, que regulamentará a ação de agentes de entidades filantrópicas que abusam doações em dinheiro e outro tipo de ajuda financeira no comércio da cidade.

Após a promulgação da lei, os agentes, funcionários ou colaboradores dessas “entidades filantrópicas”, que geralmente abordam idosos, e trabalham no psicológico, terão que ter uma autorização da Prefeitura para continuar a pratica.

-- continua depois da publicidade --

A entidade terá que se cadastrar na Prefeitura e ter autorização do setor responsável após apresentar certificado de regularização e ser reconhecida como entidade de utilidade pública na esfera municipal, ou estadual ou federal.

Para o vereador, esses representantes de entidades não respeitam dia e nenhum horário e ainda sem qualquer comprovação de idoneidade e registros oficiais. “Muitas delas abordam pessoas idosas que são mais sensíveis e acabam contribuindo com valores exorbitantes”

Algumas entidades chegam a desafiar os fiscais da Prefeitura e são treinados a resistir qualquer pedido das autoridades. Quem descumprir a nova lei estará sujeito a multa regulamentada no projeto.

Mesmo assim, nesta semana, agentes foram flagrados na região central da cidade, pedindo donativos para entidades filantrópicas da cidade de Catanduva

COMPARTILHE