Início Zona Leste Em Fernandópolis, funcionários de loja são flagrados tentando prejudicar passeata contra Bolsonaro

Em Fernandópolis, funcionários de loja são flagrados tentando prejudicar passeata contra Bolsonaro

A filial da loja Magazine de Fernandópolis, deverá se manifestar após funcionários do estabelecimento se manifestarem publicamente durante o manifesto #ELE Não em repudio ao candidato Jair Bolsonaro, realizado no último final de semana na cidade.

Pelas redes sociais um vídeo em forma de denuncia revela a tentativa dos funcionários da loja em abafarem os gritos do protesto organizado, utilizando os aparelhos em exposição da própria loja

-- continua depois da publicidade --

CONFIRA – AGUARDE CARREGAR

Revoltados, os manifestantes viralizaram o vídeo, e, segundo informações apuradas pela midia local acionaram “em peso” o 0800 da loja para denunciar o fato.Eles querem uma retratação pública da loja pelo acontecido.

E não é a primeira vez que a loja de eletroeletrônico se envolve em polemisas desse tipo

POLEMICA NACIONAL

Mascote da rede varejista Magazine Luiza, a vendedora virtual Lu resolveu usar as redes sociais para reclamar do assédio que tem sofrido por alguns seguidores.

A avatar postou nas contas oficiais da empresa no Facebook e no Instagram (que juntas somam mais de 8 milhões de seguidores) a seguinte mensagem, seguida da hashtag #respeito:

“Sobre receber cantadas desrespeitosas! Gente, tô chateada com algumas cantadas pesadas que ando recebendo aqui nos comentários. E olha que eu sou virtual! Fico imaginando as mulheres reais que passam por isso todos os dias!”.

No gif que acompanha o texto, Lu leva a mão ao rosto em sinal de desaprovação desse tipo de atitude.

O funcionário responsável por colocar a música para tocar já teria sido identificado, e corre o risco de ser demitido.

A central do Magazine Luiza ainda não se pronunciou sobre o fato.

COMPARTILHE