Início Geral Enquanto o país sente os efeitos da greve da PM, outro setor...

Enquanto o país sente os efeitos da greve da PM, outro setor da força policial vem morrendo aos poucos

Enquanto se vê a policia militar definhar lentamente brasil a fora, aqui no Estado de São Paulo, outra força policia vem sofrendo um desmonte  consciente por parte do próprio Estado que, aos poucos vai secando através de jornadas de trabalho mais desumanas possíveis e forçando os agentes a precarizarem seus trabalhos. Sim, Estamos falando da Policia Civil Paulista, onde delegado, agentes e escrivães penam muito antes da crise que se abate sobre a policia militar.

Por isso a Sindpesp Sindicato dos Delegados Polícia Civil Est São Paulo, organiza uma petição para tentar sensibilizar ( ou mesmo pressionar) o Estado para que  promova a urgente reposição total de policiais nos quadros funcionais da Polícia Civil, por meio da abertura de novos concursos e da nomeação imediata de todos os candidatos neles já aprovados, bem como adote políticas públicas que priorizem a polícia investigativa paulista, valorizando-a e estruturando-a de modo a garantir a prestação eficiente do serviço público de investigação.

-- continua depois da publicidade --

Os Delegados e agentes Civis estão a beira da extinção e mesmo assim continuam atuando. Se já tivemos uma prévia com os efeitos da paralisação da policia militar, quais serão os riscos encarados pela queda da civil?

LEIA MAIS

https://jornal4cantos.com.br/calvario-da-lei-policia-civil-de-fernandopolis-segue-sangrando-agentes-e-delegados/

Com a palavra, os Delegados…

 

Considerando a extrema importância da missão constitucional conferida à Polícia Civil do Estado de São Paulo de investigar e elucidar crimes e sua autoria;

Considerando que tal atribuição tem reflexos diretos na repressão de crimes, no combate à impunidade e, por conseguinte, na construção de uma sociedade democrática, justa e solidária;

Considerando que a Polícia Civil Paulista passa atualmente por um processo de sucateamento progressivo, consistente na defasagem de recursos humanos e desvalorização salarial;

Considerando que o atual quadro de pessoal da polícia civil está estagnado desde 1994 – não acompanhando o crescimento populacional – e, não bastasse, sofre com números altíssimos de vacância (cerca de 20% dos cargos policiais estão vagos/ 40% dos municípios não tem delegados de polícia);

Considerando que, enquanto o quadro da polícia civil diminui e envelhece (apenas 3% dos policiais civis tem menos de 30 anos), o crime organizado em São Paulo cresce e se fortalece;

Considerando que uma polícia investigativa bem estruturada e fortalecida tem o condão de desencadear investigações cruciais para o processo de combate à corrupção e desenvolvimento de uma nação, a exemplo do que podemos testemunhar, em âmbito federal, na Polícia Federal – PF, com a Operação Lava Jato;

Considerando que, em âmbito estadual, cabe à polícia civil exercer o mesmo papel, porém, no Estado de São Paulo, encontra extrema dificuldade em exercer sua atividade-fim por conta do processo de desmonte a que vem sendo submetida;

Considerando, por fim, a importância da participação do cidadão na vida política de seu Estado, no sentido de fiscalizar e cobrar de seus governantes uma polícia investigativa forte e bem estruturada, em benefício da própria sociedade,

NÓS, cidadãos paulistas, preocupados com a segurança pública no Estado de São Paulo, conclamamos toda a sociedade brasileira para que some forças ao pleito formulado por meio deste abaixo-assinado, encabeçado pelo Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo, no sentido de que o Governo do Estado de São Paulo promova a urgente reposição total de policiais nos quadros funcionais da Polícia Civil, por meio da abertura de novos concursos e da nomeação imediata de todos os candidatos neles já aprovados, bem como adote políticas públicas que priorizem a polícia investigativa paulista, valorizando-a e estruturando-a de modo a garantir a prestação eficiente do serviço público de investigação”.

PELO FIM DA IMPUNIDADE E PELO BEM DA SOCIEDADE, EU QUERO QUE A POLÍCIA CIVIL INVESTIGUE!

 

 

Assine, clique na imagem

COMPARTILHE