Início Geral Deputado luta para proibir transmissão de MMA na televisão

Deputado luta para proibir transmissão de MMA na televisão

Mesmo depois da popularização do MMA no Brasil, a polêmica sobre o caráter do esporte, que muitos consideram violento, continua. A discussão foi parar na Câmara dos Deputados, onde tramita um Projeto de Lei que proíbe a transmissão de lutas marciais não olímpicas na TV.

Projeto que tramita na Câmara desde 2009 quer proibir a transmissão de lutas marciais pelas emissoras de televisão aberta e fechada (projeto de lei 5534/2009). Essa polêmica não é só brasileira. No estado norte-americano de Nova York e na França, não só a transmissão como a própria luta de MMA é proibida.

-- continua depois da publicidade --

O autor do projeto, deputado José Mentor, do PT paulista, afirma que o MMA estimula a violência, em nada se assemelhando a esporte. Para ele, as lutas olímpicas pregam a autodefesa, enquanto o MMA enfatiza a agressão.jose-mentor

“Alguém que vai praticar esgrima, para ganhar uma luta, não tem que furar o adversário para sair vencedor. Então, o MMA é a primeira coisa que ele não é esporte porque ele é agressão. Os golpes são violentos, socos, cotoveladas, pontapés no rosto, na cabeça, sucessivamente. Um lutador está grogue e continua apanhando, sangra. Enfim, uma violência descomunal. E também não é arte marcial, porque arte marcial tem uma filosofia, de disciplina, de autocontrole, de não agressão”.

O autor é o Deputado José Mentor  (PT-SP)

Punição
Segundo o projeto, a emissora que transmitir programa em horário diverso do autorizado ou sem aviso de sua classificação deverá pagar multa de 20 a 100 salários de referência. Essa multa será duplicada em caso de reincidência. Além disso, a autoridade judiciária poderá determinar a suspensão da programação da emissora por até dois dias.

COMPARTILHE