Início Artigos Conheça Natine…

Conheça Natine…

“Essa é uma estória, ou talvez uma história. Basta lapidar o olhar e abrir a alma para expandir as conexões de sentimentos e emoções.

Esta é uma crônica de uma menina com uma vasta experiência tanto de relações familiares quanto amorosas.

-- continua depois da publicidade --

No âmbito familiar, vivenciou o relacionamento conflituoso de seus pais. Enquanto o pai almejava e vivenciava uma vida boemia, com amigos, barzinhos e sem compromissos traindo com frequência a esposa e consequentemente a filha.

A mãe, comprometida, intensa e apaixonada pela vida e no amor. Mas essa história não teve um final tão feliz assim, pois a mãe convicta de seus ideais profissionais, valores e morais decidiu quebrar esse ciclo e viver a vida intensamente com sua filha e ensinar os valores reais de uma vida.

Entretanto, não esperava interferências desse homem durante 20 anos por não conseguir se desvincular afetivamente desse homem. Envolvendo a filha em uma imensa confusão psíquica. Essa doce menina, passou por fases e fases.

Desde a revolta na escola, brigando com os meninos. Pois claro, se não houve boa relação com seu pai, o que deverá ser uma figura de herói, como identificar isso externamente? Meramente impossível até então. Passou pela fase de extrema escuridão, o que podemos fazer, gótica. A fase agressiva como headbanger como explosão de sentimentos e emoções.

Até que finalmente encontrou seu refúgio, a Psicoterapia. Lá pode entrar em contato com seus próprios inimigos, o medo e conflitos mais obscuros. Surtou, transitou em compulsões alimentares, sexual, e cigarro. Entrou em relações mal sucedidas. Com drogados, sociopatas e transtornos psiquiátricos distintos. Ou seja, um compendio psiquiátrico.

Mas nunca perder suas características, de acredita em seus sonhos, no amor e a intensidade de viver. Por mais doce e amargos que sejam. Morreu e reviveu inúmeras vezes, como uma fênix.

Em 2015 por conflitos com seu pai, desenvolveu uma grave síndrome, em que no senso comum é chama de “doença da dor na alma” – FRIMIALGIA. Decorrente a ameaça de morte de seu pai e condenação em prisão.

Ela reviveu e encontrou uma possível pessoa. Ele demonstrou ser especial, com os mesmos ideais e amor pela vida e em viajar e conhecer culturais e posteriormente construir uma familia.

Em paralelo com a vida profissional. Viajaram juntos, viveram uma semana de forma constante e intensa. Ele transpareceu doçura e construção de amor e ela mais uma vez acreditou. Em vão, claro. Ele não a considerou, não a amou, porque ainda gostava de outra e só visualiza tê-la como utilidade e não por paixão. Ele sumiu, ele a ignorava e não a considerava, deixando-a em segundo plano. Ela sofreu uma semana, sem descansar um minuto sequer, e cansou de sofrer. Decidiu viver e rever seus sonhos e assim ela voltou a ser quem sempre foi. A mulher plena, segura, intensa, doce, amorosa, carinhosa, viva e sonhadora.

Bem-vinda, novamente, Natine Valentine. O céu não será o limite para você e encontrar um grande homem com um linda alma e capaz de suportar a grande mulher que és”.

 

natine

 

 

*A Natine é uma mulher vive intensamente e é apaixonada pela vida, em viajar e nunca demonstrou desânimo por mais amarga que seja a vida, com seus conflitos e medos diários. E as sextas os publica na coluna de ARTIGOS do 4Cantos.

COMPARTILHE