Início Zona Leste BLITZ LEI SECA: Fim de Semana com mais de 15 motoristas autuados...

BLITZ LEI SECA: Fim de Semana com mais de 15 motoristas autuados em Fernandópolis

O Programa Direção Segura – ação coordenada pelo Detran.SP para a prevenção e redução de acidentes e mortes no trânsito causados pelo consumo de álcool combinado com direção – autuou 17 pessoas em operação de fiscalização da Lei Seca realizada entre a noite de sexta (11) e a madrugada do sábado (12) em Fernandópolis.

Durante as blitze, realizadas na avenida dos Expedicionários Brasileiros, foram fiscalizados, ao todo, 223 veículos.  Dezessete condutores foram autuados por embriaguez ao volante ou recusa ao teste do etilômetro (popularmente conhecido como bafômetro).

-- continua depois da publicidade --

Eles terão de pagar multa no valor de R$ 2.934,70, além de responder a processo administrativo junto ao Detran.SP para a suspensão do direito de dirigir por 12 meses.

Desses, dois motoristas, além da multa e da suspensão, também responderão na Justiça por crime de trânsito por apresentarem índice a partir de 0,34 miligramas de álcool por litro de ar expelido no teste do etilômetro. Se condenados, poderão cumprir de seis meses a três anos de prisão, conforme prevê a Lei Seca, também conhecida como “tolerância zero”.

AVENIDAS DISCIPLINADAS

Muita gente torceu o nariz. Mas muita gente também aplaudiu a nova ordem da Policia Militar de Fernandópolis nos fins de semana. Nunca se viu tanta seguridade, principalmente na região central de Fernandópolis. As principais avenidas e o entorno dos bares receberam durante horas a fio a visita de viaturas policiais que coibiram os excessos de velocidade e de som automotivo além do abuso de motoristas alcoolizados. Além disso trouxeram de volta a paz e a calmaria para quem mora no centro da cidade.

Não se vê mais  por exemplo, menores consumindo bebidas tão abertamente ao longo da avenida,nem os chamados “carros Boate” que incomodavam todos impondo o som alto na mesma via. Até os comerciantes, se adaptaram e agora seguem a risca sobre as normas de permanências nesses locais.

 

COMPARTILHE