Início Geral TERRA BRAZILIS: Escorpião vira arma nas mãos de pedintes

TERRA BRAZILIS: Escorpião vira arma nas mãos de pedintes

22/01/2013 - NOTÍCIA JÁ - CRIANÇA É PICADA POR ESCORPIÃO EM SANTA BÁRBARA D'OESTE - LOCAL: CIDADE DE SANTA BÁRBARA D'OESTE - Uma garota de 8 anos, moradora da Vila Linópolis, em Santa Bárbara d'Oeste, foi picada nesta manhã enquanto brincava com uma coleguinha na academia ao ar livre do Vale das Caneleiras, na frente da casa dela. Agora, permanece estável no Hospital de Clínicas da Unicamp, em Campinas, e deve ser liberada. Na imagem: escorpião FOTO: Cláudio Mariano/SBO News

Pedintes se reinventam para forçar motoristas a darem esmolas nos semáforos de Americana. Na noite da última semana, um morador em condição de rua usou um escorpião para ameaçar um engenheiro de 23 anos a lhe dar moedas. O fato inusitado aconteceu em São Paulo, no cruzamento da Rua dos Antúrios com a Avenida de Cillo, por volta das 19h.

 Carlos Henrique Nogueira da Silva estava no sentido Santa Bárbara d’Oeste e chegou a avisar a Polícia Militar (PM), que fazia um comando alguns quilômetros adiante. No mesmo horário, mas no sentido oposto, uma autônoma de 34 anos também foi abordada pelo mesmo pedinte que mostrou o escorpião.

SERINGAS

-- continua depois da publicidade --

Um pedinte no semáforo, também em São Paulo, espetou uma seringa no braço de um motorista identificado apenas por Lucas. O rapaz usou as redes sócias para relatar o caso e precisou passar por exames e tomar coquetel anti-HIV. “Acho que desta vez o pedinte usou o escorpião porque na cidade todo mundo vive com medo da proliferação do animal”, disse a autônoma Djinane Nunes Ribeiro.

 RELATOS

O engenheiro civil contou que voltava da casa da namorada que mora em Americana. Ele foi o primeiro a parar no semáforo. “Estava com o vidro aberto por conta do calor e vi o mendigo vir na minha direção. Ele parou do meu lado e pediu dinheiro. Disse que não tinha nada comigo. Ele estava com uma caixa de papel branca e azul pequena na mão e em silêncio começou a abri-la. Vi que havia um escorpião e rapidamente fechei o vidro. Ele abriu a caixa e em atitude de ameaça abriu a caixa e simulou que jogaria o bicho em mim. Fiquei com muito medo e arranquei com o carro assim que o semáforo abriu”, relatou Silva, que afirmou não ter registrado boletim de ocorrência. “Só avisei a PM e depois relatei nas redes sociais para alertar os motoristas que passam por ali”, disse.

 VÁRIOS CASOS

No mesmo horário, Djinane seguia para o centro de Americana na companhia de um casal de amigos e da filha do casal, de um ano e quatro meses. Apesar de ser a dona do carro, ela estava no banco do passageiro ao lado da criança, com o vidro aberto. “Paramos nesse mesmo cruzamento e chegou um pedinte. Meus amigos fecharam o vidro do carro rapidamente, mas fiquei sem jeito de fechar o vidro. O homem me pediu dinheiro e eu disse que não tinha. Então ele me disse: ‘ah você não tem. Olha o que tenho aqui’. Com a cara mais normal do mundo abriu a mão e mostrou um escorpião, que estava vivo, começou a andar na mão e subiu em seu braço. Entrei em pânico, mas respirei fundo para manter a calma”, relatou a moça. “A princípio eu não sabia o que fazer por conta da bebê que estava ao meu lado. Fiquei com medo de que ele jogasse o escorpião na menina, mas confesso que não queria hostilizar o homem para ele não ficar agressivo”.

COMPARTILHE