Início Zona Oeste Sabatina com o Prefeito de Fernandópolis – PARTE I

Sabatina com o Prefeito de Fernandópolis – PARTE I

Em entrevista ao jornal Diário da Região nesta semana o prefeito André pessuto destacou a retrospectiva dos trabalhos problemas e andamentos nas ações da administração pública municipal

Mediado pela equipe de jornalistas em sabatinado virtualmente pela população o prefeito respondeu sobre alguns pontos relevantes da administração pública de Fernandópolis e os planos para 2018

-- continua depois da publicidade --

A seguir você confere em 2 partes, os principais tópicos e questões respondidas pelo prefeito André Pessuto

CORREÇÃO DE ORÇAMENTO

Pessuto destaque as ações que vão desde a dispensa de 20% dos funcionários comissionados da Prefeitura a medidas que englobam a correção dos Impostos sobre serviços das empresas da cidade e o IPTU.

IPTU

O Imposto Territorial Urbano, o qual desde a década de 80 não era reajustado de forma correta, gerou críticas por conta de desconhecimento da população. O prefeito destaca a correção da planta genérica da cidade como forma de justiça social já que a maioria dos bairros periféricos pagava o mesmo imposto de áreas centrais e nobres da cidade.

ASFALTO, BURACOS E ORÇAMENTO

Dependendo quase que exclusivamente de Repasses dos governos Estadual e Federal para que as obras de recape da cidade aconteçam, Pessuto fala sobre o comprometimento do orçamento em Saúde, Educação e Folha de Pagamento como principais reveses para o início desse tipo de investimento.

DEPENDÊNCIA DOS GOVERNOS E INTERLOCUTORES

Embora os governos citados mantenham-se rígidos na liberação de recursos para diversas áreas, Fernandópolis ainda se mantém privilegiado com o apoio de dois deputados, Fausto Pinato na Esfera Federal e Gilmar Gimenes na Esfera Estadual, que acabam levando a queda de braço de Fernandópolis até o alto Escalão desses governos em busca desses repasses. Pessuto

IDENTIDADE DE FERNANDÓPOLIS

Enquanto Fernandópolis se desdobra para conseguir apoio para obras que já estão programadas, Pessuto revela que investimentos pesados já estão em andamento, como na Educação, onde 6 escolas municipais operam garantido o IDH – índice de Desenvolvimento Humano – da cidade, bem como a transformação de Fernandópolis em Estância Turística. Projeto este que já está na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo e deve trazer além de benefícios financeiros para os cofres públicos trará paralelamente, os mesmos reforços o comércio local.

LEIA A PARTE II

Sabatina com o Prefeito de Fernandópolis – PARTE II

 

COMPARTILHE