Início Zona Oeste Sabatina com o Prefeito de Fernandópolis – PARTE II

Sabatina com o Prefeito de Fernandópolis – PARTE II

Em entrevista ao jornal Diário da Região nesta semana o prefeito André pessuto destacou a retrospectiva dos trabalhos problemas e andamentos nas ações da administração pública municipal

Mediado pela equipe de jornalistas em sabatinado virtualmente pela população o prefeito respondeu sobre alguns pontos relevantes da administração pública de Fernandópolis e os planos para 2018

-- continua depois da publicidade --

A seguir você confere em 2 partes, os principais tópicos e questões respondidas pelo prefeito André Pessuto.

MEIO AMBIENTE, CONSCIENTIZAÇÃO E GASTOS

Saltando de 100ª para a 2ª posição do Programa Município Verde e Azul, Pessuto destacou a manutenção do posto de Fernandópolis entre os primeiros colocados no ranking que afere as medidas ecológicas e de Meio Ambiente na cidade. Em destaque o Disque Árvore, 100% de saneamento básico de Fernandópolis e a conscientização da população.

SAÚDE E O DESTINO DA UPA

Uma das grandes questões recorrentes na área da Saúde em Fernandópolis atualmente é o destino da UPA – unidade de Pronto Atendimento – que sem recursos financeiros oriundos do Governo Federal sofre com a falta de equipamentos. Pessuto cita a parceria de Fernandópolis com a Universidade Brasil e os esforços para equipar a unidade o mais rápido possível e assim elevar seu nível, aumentado assim os recursos governamentais.

CIDADE DIGITAL

Destacando um telefonema que recebeu antes da Sabatina Pessoto revelou que Fernandópolis já está inscrita no ministério da tecnologia pelo Ministro Gilberto Kassab para ser uma das cidades que receberam o programa Cidade digital que garante entre outras coisas instalação de câmeras de segurança e o wi-fi na cidade

UNIFORMES ESCOLARES E OS VÍNCULOS COM O ORÇAMENTO

Questionado também por um dos internautas que acompanhavam entrevista, Pessuto falou sobre os uniformes escolares até o momento não haviam sido distribuídos, mas que já discuti com sua equipe, maneiras de desvincular esse gasto da pasta da Educação passando para pasta de Assistência Social.

CASA EM ORDEM

Mesmo enfrentando o descontentamento de parte da população, gerando muitas vezes pelo desconhecimento do funcionamento da maquina publica, Pessuto encerra falando sobre as medidas adotadas ( algumas impopulares devido a faxina das lacunas deixadas anteriormente) sobre as prerrogativas sociais adotadas por sua equipe.

LEIA A PARTE I

Sabatina com o Prefeito de Fernandópolis – PARTE I

COMPARTILHE