Início Saladera Por que você nunca deve beber a água amanhecida no copo que...

Por que você nunca deve beber a água amanhecida no copo que você deixou ao lado da cama?

Levar um copo de água para deixar na cabeceira da cama antes de dormir é comum para grande parte das pessoas. Porém, poucos sabem que beber a água no dia seguinte é um grande risco para a saúde.De acordo com Susan Richardson, química da Universidade da Carolina do Sul, nos EUA, mesmo sem um estudo realizado para focar justamente neste caso, deixar a água parada durante a noite pode desencadear problemas já conhecidos por conta de efeitos químicos de sua composição em contato com o ambiente.

Primeiramente, é preciso levar em conta a temperatura. A água de filtros e torneiras, antes de ir parar no copo, estava armazenada em tubulações subterrâneas, geralmente em temperaturas mais frias. No ambiente, a temperatura da água aumenta, alterando o aroma e o gosto. Além disso, o cloro adicionado pelas estações de tratamento, por ser volátil, acaba se dissipando no ar. O gás dissolvido libera dióxido de carbono na água, formando ácido carbônico, diminuindo o pH do líquido. Isso, de acordo com Susan, dificulta que a amostra de água continue pura.

NOJINHO!

-- continua depois da publicidade --
-- continua depois da publicidade --
-- continua depois da publicidade --

A conclusão da especialista é que, em apenas 30 minutos de exposição, uma água purificada torna-se impura. Quando a água é resfriada, ainda acumula os gases dissolvidos, liberando mais oxigênio. Porém, quando a exposição prolonga-se por dias, as bactérias da espécie Streptomyces coelicolor produzem as substâncias geosmina e 2-metilisoborneol que entram em ação e alteram o sabor da água.

Com isso, pode-se pensar que deixar a água em uma garrafinha, ao lado da cama, pode ser a solução. Porém, pode ser ainda pior, por conta do Bisfenol A (BPA), presente em plásticos, como o PET. Em uma noite muito quente, o BPA pode ser liberado na água, causando descontrole hormonal, podendo levar a câncer e infertilidade masculina. Um exame de urina pode detectar um aumento de até 69% de BPA, caso o uso de PET seja frequente, de acordo com uma pesquisa da Universidade de Harvard.

fonte:

COMPARTILHE