Início PARABÓLICA PARABÓLICA – Seu Resumo semanal de noticias de Fernandópolis e região –...

PARABÓLICA – Seu Resumo semanal de noticias de Fernandópolis e região – De 10 à 16 de Setembro – 2017

REPERCUTIU

Após a instalação da primeira câmera de monitoramento em Fernandópolis, o projeto que implantará um amplo sistema de vigilância na cidade começa a ganhar corpo. Nesta etapa, as primeiras câmeras permanecerão um período em fase de testes. Os locais que deverão contar com as próximas câmeras são entradas e saídas que registram grande fluxo de veículos: na Brasilândia, no Parque Industrial (Avenida Brasil/Pontilhão de Água Vermelha) e no Trevo do Ubirajara (próximo à Rodoviária).

RESISTÊNCIA

O projeto deve sofrer resistência na Câmara, principalmente pq haverá o investimento de aproximadamente R$ 8 a 12 mil por mês da prefeitura municipal. O fato se agrava pelo fato da inercia de antes e de agora de entidades como a Associação de Amigos (que encabeça o projeto) e da ACIF (Associação Comercial) que em épocas passadas não se mobilizaram quando a vereadora Neide Garcia conseguiu a inclusão de Fernandópolis no projeto do Estado que custeava totalmente as câmeras de segurança na cidade. A ideia se reforça também no fato do monitoramento não estar ligado as escolas do município e mesmo assim custeado por ele. Oque nos leva a segunda noticia ligada a esse tema:

INVASÕES

-- continua depois da publicidade --
-- continua depois da publicidade --
-- continua depois da publicidade --

Na última semana a notícia na instalação da primeira de 13 câmeras de monitoramento promovida pela Associação de Amigos abriu um novo debate sobre a necessidade de implantação desse tipo de sistema na cidade principalmente após a polícia registrar no espaço de uma semana, invasões em duas escolas municipais da cidade.

PODER PÚBLICO E AS PROVIDÊNCIAS

A Secretaria de Educação de Fernandópolis, mesmo com todos os revezes sofridos nos últimos tempos ( o incêndio que consumiu TODO o material que seria usado nas unidade municipais), disse que tomará providencias. A segunda iniciativa já no quesito de Segurança partiu da Secretaria de Educação Municipal através da secretaria Flavia Resende, que revelou que existe estudos orçamentários para instalação de câmeras de monitoramento nas referidas unidades para garantir e a segurança de docentes, alunos e do patrimônio público.

E A PRIORIDADE?

Mesmo sendo da boa vontade da Associação de Amigos, a priori para alguns vereadores é que essas câmeras zelem pelo patrimônio público, como as escolas e outros logradouros já que parte da verba para essas câmeras partiu de uma vaquinha entre empresários mas será custeada mensalmente pela prefeitura.

NOVO CEMITÉRIO

O Vereador João Pedro da Silva Siqueira, quer saber quais providências foram tomadas até o momento com relação ao disposto legal que permite que os terrenos em abandono nos cemitérios municipais sejam revertidos automaticamente ao município. A ideia é desafogar os locais abandonados nessas áreas, revertendo os a municipalidade e consequentemente liberando o espaço para novas construções e jazigos.

A RESPOSTA ANIMOU A TODOS

O presidente do Legislativo Étore José Baroni, indicou ao Prefeito Municipal, as devidas providências no sentido de viabilizar, por meio do departamento competente, a desapropriação, por utilidade pública, da área localizada entre a Avenida da Saudade, Avenida Aldo Livoratti e Rua Simão dos Santos Gomes, antiga Claudio Maia, destinando-a à construção de novo cemitério municipal.

A INICIATIVA PRIVADA

A construção do Cemitério ParK também foi apresentada por Pessuto cuja preocupação vem desde seus tempos de vereador, afinal ambos os cemitérios de Fernandópolis estão quase em sua lotação máxima.

POLITICA PÚBLICA

Para o propositor do projeto de Lei aprovado na última semana em Fernandópolis que institui a “Semana do Uso Racional de Medicamentos”, a iniciativa está alinhada com política pública. “O medicamento pode trazer sérias consequências na saúde das pessoas se usado de forma errada, mas também se prescrito erroneamente. E esse é o papel do farmacêutico para saúde pública. Orientar sobre como fazer o bom uso desse medicamento, mas também corrigir algum possível erro”, apontou.

GUARDADO

Quatro ministros que compõe a quinta turma do STJ – Superior Tribunal de Justiça – rejeitaram na terça-feira, 9, o agravo regimental – recurso judicial que pede a revisão, pelo colegiado, de uma decisão monocrática – que havia arquivado um habeas corpus dado ao ex-prefeito de Fernandópolis, Luiz Vilar de Siqueira. Comandada pelo famoso criminalista Alberto Zacharias Toron, a defesa do ex-prefeito apresentou o recurso com a tentativa de tirá-lo da prisão. Eles alegam que a sentença que o condenou a mais de 13 anos de prisão permitia que ele recorresse em liberdade até o “trânsito em julgado”, quando não há mais recursos disponíveis. Os argumentos, no entanto, não convenceram os ministros.

FUTIBA

Faltando pouco menos de três meses para o inicio da Copa São Paulo de Futebol Junior, maior competição das categorias de base do país, a Federação Paulista de Futebol (FPF) divulgou 28 cidades-sede para 2018. Entre elas, oito vão receber um grupo após ficarem de fora na temporada passada.

CASA PRONTA

Começou nesta semana a reforma do Estádio Municipal Cláudio Rodante em Fernandópolis. A execução da obra é fruto de emenda do deputado federal Fausto Pinato (PP/SP) e prevê um investimento de mais de R$ 300 mil. Com a reforma e estrutura adequada, Fernandópolis irá sediar a Copa São Paulo de Futebol Júnior 2018.
A reforma e adequação do estádio vai abranger os três vestiários (atletas locais/ visitantes/ árbitros e treinadores) e garantir melhorias para o acesso entre os vestiários e o campo, além da cobertura dos vestiários e a substituição da iluminação por um sistema moderno de refletores.

Espaço árvore

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Fernandópolis tem implantado o uso do “espaço árvore” nas calçadas dos prédios públicos da Prefeitura. Locais como o Paço Municipal, Secretarias de Trânsito, Cultura, Educação e Saúde, Iprem e o distrito de Brasitânia já foram contemplados. Cada árvore plantada nestes locais recebe uma placa com a identificação de sua coordenada geográfica, de tal maneira que seja possível identificar e cuidar melhor de todas elas. Nos loteamentos, as espécies de árvores a serem plantadas e os modos corretos de plantio e manejo devem obedecer ao Guia de Arborização Urbana, disponibilizado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente.

NOVA LEI EM VIGOR

De acordo com a lei municipal, resíduos da construção civil, de demolição, demais obras e serviços de engenharia em quantidade de até meio m³ podem ser levados, gratuitamente, direto no local de triagem de material, localizado no Distrito Industrial V, prolongamento da marginal Luís Brambati, ou no Ecoponto, que fica na estrada de terra que o liga o município a Meridiano, logo após a Escola Estadual José Belúcio. Acima de meio m³ de material, o cidadão deve contratar alguém para fazer o transporte. Neste caso, precisa opta por adquirir o CTR (Controle de Transporte de Resíduos) na Ideal Materiais para Construção, na avenida Líbero de Almeida Silvares e procurar uma empresa para o transporte; ou adquirir o CTR diretamente com a empresa transportadora do material.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

COMPARTILHE