Início PARABÓLICA PARABÓLICA – Seu Resumo semanal de noticias de Fernandópolis e região –...

PARABÓLICA – Seu Resumo semanal de noticias de Fernandópolis e região – De 05 à 11 de JUNHO – 2017

REPERCUTIU

Munido de documentos e contratos de mutuários da CDHU Jaime Leoni em Fernandópolis, o vereador Murilo Jacob descobriu possíveis falhas na conversão dos contratos propostos recentemente pela companhia de habitação. A falha atinge diretamente mais de 200 mutuários da localidade.

300% de aumento

Segundo Jacob, COHAB construída em regime de mutirão há 6 anos atrás, requeria contratualmente dos moradores o pagamento baseado em sua renda familiar para o custeio das moradias. Agora um novo termo nos contratos aumenta o valor dessas parcelas em até 300%. Uma comitiva deverá analisar o caso junto com a regional da Companhia até uma resposta sobre o reajuste para entende ou frear a nova cobrança.

NA ROTA DO TURISMO

-- continua depois da publicidade --
-- continua depois da publicidade --
-- continua depois da publicidade --

Confirmado, Fernandópolis estará no roteiro do Turismo Estadual. A inscrição da cidade será no próximo dia 8 de agosto. A confirmação veio através do Secretário Laercio Benko, que junto do Deputado estadual Gilmar Gimenes fez o anuncio nesta semana. Além de Fernandópolis, Mira Estrela também estará no MIT – Municípios de interesse Turístico –

O QUEM SIGNIFICA MIT?

O município de Fernandópolis é uma das cidades que lutava para conseguir o cadastro para serem beneficiados com recursos anuais que podem ultrapassar R$ 500 mil reais, provindos da Secretaria e do Ministério do Turismo em programas e projetos ligados a cultura e é claro a valorização do Turismo local

MUITO A OFERECER

Com potencial turístico, Fernandópolis sempre ostentou as águas termais que por aqui correm, exploradas principalmente pelo Clube Água Viva, que segue em processo de recuperação judicial. Com a nova inclusão de Fernandópolis no MIT, novas oportunidades se abrem para negócios envolvendo o clube através da iniciativa privada.

GUARDA MUNICIPAL

Alguém disso, também há a expectativa que após o cadastro no MIT, Fernandópolis consiga também a inclusão no programa que garante verbas diretas para a criação, manutenção e treinamento para a implantação de uma Guarda Municipal. Recurso esse garantido para cidades que contenham esse “selo”.

ESCALADA DO MEIO AMBIENTE

Em 2014, Fernandópolis chegou a 6ª posição, já em 2015 o município despencou para a 51ª colocação, em 2016 a cidade ficou em 104ª lugar. A interrupção da maioria dos trabalhos e a fusão da Secretaria de Meio Ambiente na antiga administração custou caro para o município. O destaque da região foi para Votuporanga que ficou em 4ª lugar. Mas a boa noticia chegou na última semana.

FUSÃO DE SECRETARIAS ATRASOU

Depois de ver Fernandópolis despencar no ranking do Programa Município Verde e Azul – que premia com recursos ou maquinários, cidades que desenvolvem ações ligadas ao Meio Ambiente – a equipe do prefeito André Pessuto investiu novamente nessa área. As primeiras etapas consistiram na reativação do Disk Arvore e na ativação de um triturador de galhos que estava sem utilização há anos num dos ecopontos. Ponto para o Meio Ambiente.

De 100 ao topo

Com um intenso trabalho da administração municipal, através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Fernandópolis conquistou na tarde desta quinta-feira, 08, a liderança do ranking  “Selo Município Verde Azul”, com 73,11 pontos.

GOLPE NA BOA VONTADE

Alguns munícipes entraram em contato com a Prefeitura de Fernandópolis informando que receberam ligações de pessoas usando o nome da Prefeitura e da Campanha do Agasalho para conseguir doações em dinheiro.
A Prefeitura de Fernandópolis informa que não faz qualquer tipo de pedidos via telefone, muito menos pedido de dinheiro. A Campanha do Agasalho já foi finalizada, mas as doações podem continuar, na qual, qualquer pessoa pode levar a uma instituição um agasalho sem uso

NA CÂMARA

O projeto do vereador Gilberto da Saúde responsabiliza por 5 anos as construtoras responsáveis pelo asfalto nos futuros loteamentos. A propositura tem por objetivo promover a necessária adequação da referida norma legal para responsabilizar o loteador pela execução de eventuais reparos e/ou reconstrução das obras de infraestrutura urbana (pavimentação asfáltica, guias, sarjetas e galerias de captação de águas pluviais) durante o transcorrer do prazo de 5 (cinco) anos, a contar da data de efetiva entrega do empreendimento à cidade. Nada de asfalto casca de ovo para o vereador.

NA RUA OUTRA VEZ

Depois de quase um mês de questionamento nas redes sociais a resposta para essa dúvida ainda não veio, mas as atitudes de alguns donos de postos de gasolina de Fernandópolis valeram muito mais do que qualquer tipo de explanação. Com uma diferença de preços gritantes entre as cidades circunvizinhas (o melhor exemplo vem do comparativo de valores entre Jales e  Fernandópolis) o preço dos combustíveis foi um dos temas mais debatidos nas redes sociais onde Fernandópolis aparecia com os preços lá no alto em relação a outras cidades da região. Chegou-se a cogitar a montagem de cartel entre os postos locais. Um manifestação foi marcada para essa semana para pressionar os postos.

HISTÓRIA DA TERRINHA

Uma série de vídeos que circulam pelas redes sociais remontam um dos tempos áureos de Fernandópolis foram compartilhados na última semana.  Uma série de reportagens exibida em 1989, quando uma equipe da TV esteve na cidade papeando com figuras ilustres que contam um pouco da história da cidade. Na sequência uma filmagem ainda em preto e branco revendo nuances de Fernandópolis do ano de 1959, época próspera dos fazendeiros de café e dos bailes glamorosos nos clubes da cidade. O Canal do 4CantosTV no Youtube tem tudo registrado dá um pulinho lá para ver. Basta clicar AQUI e se inscrever

 

COMPARTILHE