Início PARABÓLICA PARABÓLICA- Seu resumo semanal de noticias – 01 à 06 de Janeiro...

PARABÓLICA- Seu resumo semanal de noticias – 01 à 06 de Janeiro – 2018

PRIMEIRO FERNANDOPOLENSE

O primeiro nascimento do ano de 2018, registrado na Santa Casa de Fernandópolis, aconteceu apenas na terça-feira, dia 02 de janeiro, às 7h50.
Filha de Dayane de Araújo Rosa, 23, e Uesler Inácio Rosa, 26, Lorenna veio ao mundo quase 32 horas depois da virada de ano, pesando pouco mais de 3,6 kg e com 49 cm, por meio de uma cesárea realizada pelos médicos obstetra Marcelo Bortoleto e pelo pediatra Osmair Aguilar.

ROLO

A Câmara de Fernandópolis veio a público esclarecer a real porcentagem de aumento no salário do Prefeito de Fernandópolis, aprovado no dia 21 de dezembro, em sessão extraordinária, através do Projeto de Lei nº144/2017.  O salário do Prefeito foi reajustado em 14.95%. Tal esclarecimento se faz necessário uma vez que foi publicado em um  jornal local que  o aumento do salário do prefeito era de 40%.

CÂMARA DESTAQUE NA REGIÃO

-- continua depois da publicidade --

O prefeito André Pessuto recebeu na manhã desta quarta-feira, 20, um cheque no valor de R$1.500.000,00 das mãos dos vereadores de Fernandópolis. O valor refere-se à economia financeira conseguida pela Câmara de Vereadores ao longo do ano de 2017. O recurso foi utilizado para o pagamento da segunda parcela do 13° salários dos cerca de dois mil servidores da Prefeitura de Fernandópolis. O montante economizado pelos vereadores de Fernandópolis foi um dos mais altos na região

NOVA SECRETARIA

O prefeito André Pessuto fez o anúncio da nova secretária de Meio Ambiente do município, a engenheira civil Estéfani Suana Sugahara, 27 anos, que já assume os trabalhos na pasta. Além da posse da secretária, o momento foi marcado por homenagens e agradecimentos a Ângelo Veiga, que deixa o cargo para assumir carreira efetiva como servidor estadual, após convocação. A equipe de Veiga, a qual a nova secretaria teve destaque conseguiu deixar Fernandópolis no topo do ranking do Programa Municipio Verde e Azul , por conta das ações desenvolvidas em prol ao Meio Ambiente

COPINHA AMARGA

O Fernandópolis Futebol Clube amargou a segunda derrota na segunda rodada da Copa São Paulo de Futebol Junior. A equipe foi batida pelo Guarani de Campinas, que de virada fez 4 a 2 em cima do Fernandópolis. No primeiro embate o Time da águia perdeu de virada do Madureira, por 02 x 01. Mesmo com os péssimos resultados o técnico do Fefecê ainda acredita na equipe, já a torcida…

NOVA ZONA AZUL VEM AÍ

A Prefeitura de Fernandópolis marcou para o próximo dia 25 de janeiro a abertura das propostas para contratação de empresa especializada para administrar a área azul no centro da cidade.  Depois de quebrar contrato de concessão com a Ceads, a Prefeitura liberou os motoristas de pagarem pelo estacionamento no centro da cidade desde o dia 20 de setembro do ano passado. A empresa que apresentar melhor proposta técnica de trabalho será o vencedor depois de uma análise de uma comissão. A proposta técnica representará 70% e a proposta comercial 30%.

ALENTO PARA O COMÉRCIO E MOTORISTAS

A empresa vencedora terá que repassar mensalmente aos cofres público um percentual sobre a receita oriunda da utilização dose-tickets do sistema de estacionamento rotativo, respeitado o mínimo percentual de 15% (quinze por cento) de repasse mensal, do qual a Concessionária reterá o percentual de 4% (quatro por cento) ao mês a título de reembolso da antecipação. Com recursos digitais a nova Zoa Azul de Fernandópolis deverá garantir maior rotatividades nos bolsões de estacionamento da área central da cidade.

PINHEIROS DO CENTRO

Uma comissão da secretaria de Meio Ambiente vai investigar a morte de alguns arbustos recentemente plantados pela Prefeitura de Fernandópolis na Praça Joaquim Antonio Pereira e nas ruas São Paulo e Brasil. A morte de alguns pinheiros foi mais que o normal, já que existe a possibilidade de alguns não se adaptarem ao solo, mas o número exorbitante de mudas mortas chamou a atenção da Secretaria.

SEM PREJUIZOS

Amostras das plantas de do solo serão analisado para que a Prefeitura tenha em mãos a verdadeira razão pelo qual os pinheiros secaram em pouco tempo.
Nesta quinta-feira, dia 4, uma equipe iniciou a substituição das mudas mortas por outra espécie chamada “cipreste italiano”, planta que se adapta melhor ao clima da nossa região. A substituição não onerou os cofres públicos.

DENGUE EM QUEDA

Fernandópolis tem uma importante informação para comemorar, a redução significativa nos casos de dengue em comparação aos últimos anos. Em 2015, o município registrou 1.154 casos da doença; em 2016 foram 795 e no ano passado, 21. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, há nove pessoas que fizeram o exame de dengue em 2017 e que os resultados ainda não estão prontos. Porém, mesmo que os nove sejam positivos, a quantidade de casos ainda ficará muito distante em comparação aos anos anteriores.

SAMU de FERNANDÓPOLIS E O RECONHECIMENTO

Em novo endereço, o SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) “Drº Theodósio Dério Semeghini” de Fernandópolis agora atende aos requisitos exigidos pelo governo federal que comprovam a melhoria de sua estrutura física e de serviços. Com a mudança e suas melhorias, a unidade do SAMU Fernandópolis passa a ter o documento de qualificação que irá permitir o aumento de suas verbas mensais junto ao Ministério da Saúde. Hoje o órgão recebe R$119.875,00mil por mês, esse valor aumentará para aproximadamente R$ 166.583,00 a partir dos próximos dias.

CHUVAS E A PERIFERIA

As últimas chuvas ocorridas em Fernandópolis danificaram diversas ruas e provocou transtorno a população. Os bairros mais atingidos foram Alto das Paineiras, Ipanema, Uirapuru e Redentor. Recentes manutenções promovidas pela Prefeitura de Fernandópolis não suportaram o volume de água, abrindo crateras e impedindo a passagem de veículos e pedestres. Até ruas asfaltadas não suportaram e abriram buracos em diversas partes da cidade.

PRIORIDADES

A Prefeitura de Fernandópolis informou que já começou uma operação para solucionar os problemas, mas devido à falta de equipamentos, dará prioridade aos casos mais urgentes. Os bairros sem asfaltos devem receber equipes de manutenção nos próximos dias. A Ouvidoria da prefeitura continua atendendo e fazendo a triagem dos casos mais graves.

 

 

COMPARTILHE