Início Saladera OS CACHORROS MAIS BANIDOS DO MUNDO

OS CACHORROS MAIS BANIDOS DO MUNDO

Os melhores amigos dos homens não são sempre os melhores amigos de fato. Alguns cruzamentos resultaram em raças desastrosamente perigosas. Além do despreparo dos donos, que muitas vezes cruzam raças já violentas para conseguirem animais ainda mais violentos, soma-se a boa e velha genética. A mistura é comprovadamente perigosa.

Fizemos uma compilação das raças mais banidas no mundo de acordo com a periculosidade de cada. Lembrando é claro que alguns exemplares podem ser extremamente calmos e tranquilos, mas que prevalece aqui o número de acidentes envolvendo cada raça. Confira os cachorros mais banidos do mundo:

Buldogue americano

-- continua depois da publicidade --
-- continua depois da publicidade --
-- continua depois da publicidade --
-- continua depois da publicidade --

american-bulldog

Banido na Dinamarca e Cingapura. Sua especialidade é capturar porcos selvagens, que podem pesar várias centenas de quilos.

Bandog

Bandogge-tank-kitchen-1024x766

O bandog não é um puro-sangue, há várias “receitas” para alcançar a sua criação, incluindo misturar Pitbull e Mastiffs. Bandogs são geralmente proibidos em qualquer lugar onde existem restrições a suas raças pai.

Wolfdog

Black-Wolf-Hybrid

É uma mistura de cachorro com lobo selvagem. Devido à sua estrutura genética variada o cão lobo é extremamente imprevisível, reagindo a certas situações, como um lobo e outros como um cão.

Fila Brasileiro

082003146

A Fila foi usado para rastrear escravos fugitivos. É talvez a raça menos tratável nesta lista, e é altamente valorizada pela sua agressividade. É ilegal possuir um Fila no Reino Unido.

Tosa Inu japonês

tosa_inu

É uma mistura de cães japoneses indígenas e diversas raças ocidentais, como o Mastiff e Bull Terrier. O Tosa é também um cão de combate. É ilegal na Dinamarca, Malta e Noruega, entre outros países.

 PIT BULL TERRIER

Raças de cães banidas

O Pit Bull foi banido em alguns países como o Canadá, e enfrenta pesadas restrições na Inglaterra onde sua criação só pode ser autorizada pela justiça, e nos Estados Unidos onde a criação foi banida em alguns estados. Com relação ao Brasil, não há legislação específica, que restrinja ou regulamente a criação da raça, embora o debate por leis mais rígidas, incluindo punição aos donos, tem sido cada vez mais discutidas na sociedade devido a algumas fatalidades noticiadas pela grande mídia.

DOGO ARGENTINO

Raças de cães banidas

Oriundo da Argentina, este cachorro foi criado com o propósito de caçar pumas e javalis, através do cruzamento das raças Dogue Alemão, Pointer, Boxer e outras raças de cães de rastreamento. Grande parte da sua herança genética vem da raça extinta “Cordoba Fighting Dog” também originária da província de Córboda na Argentina. O Dogo Argentino pode chegar a ter 70cm e 50kg e é banido em mais de 10 países, entre eles a Austrália.

DOGUE CANARIO

Raças de cães banidas

Proibidos na Austrália e na Nova Zelândia são bastante parecidos com Pit Bull por causa do formato da sua cabeça, diferenciando-se deste por seu pescoço ser mais largo e por ter sua traseira mais alta em comparação com a cabeça. Os cachorros dessa raça não são necessariamente violentos, mas quando resolvem ser violentos podem ser fatais. Ele precisa de um treinador experiente. O Dogue Canario raramente convive pacificamente com outros animais caso não seja acostumado desde filhote.

FONTE: PETIKO

Leitura Recomendada Por:

casadasracçoesred

 

 

 

 

COMPARTILHE