Início Zona Norte Invasão de Escolas em Fernandópolis mobiliza e motiva instalação de Câmeras de...

Invasão de Escolas em Fernandópolis mobiliza e motiva instalação de Câmeras de Segurança

Um dos assuntos recorrentes em Fernandópolis sempre foi a instalação de câmeras de segurança, principalmente na região central da cidade, a fim de garantir a seguridade de comerciantes e consumidores.

Nesta semana a notícia na instalação da primeira de 13 câmeras de monitoramento promovida pela Associação de Amigos abriu um novo debate sobre a necessidade de implantação desse tipo de sistema na cidade principalmente após a polícia registrar no espaço de uma semana, invasões em duas escolas municipais da cidade.

As invasões

-- continua depois da publicidade --
-- continua depois da publicidade --
-- continua depois da publicidade --

Em Fernandópolis em uma semana duas escolas municipais foram furtados.  E os bandidos ainda Tentaram entrar em outra escola municipal porém a invasão acabou frustrada. Mesmo assim as invasões seguidas de furto resultaram em um prejuízo de aproximadamente r$ 2000 e quase comprometeram a festa do dia das crianças. As invasões aconteceram na zona norte na escola Miguel Risk na Cohab Antônio Brandini e a outra no Jardim Genevi na Escola Maria Tereza Garcia.

O dinheiro Furtado fruto de arrecadação dos próprios pais e responsáveis dos alunos foi restituído após o anúncio do crime e a boa vontade fez com que todos participassem na montagem para que a festa não fosse comprometida e ela aconteceu, porém não dá para depender somente da boa vontade.

PODER PÚBLICO E AS PROVIDÊNCIAS

A Secretaria de Educação de Fernandópolis, mesmo com todos os revezes sofridos nos últimos tempos ( o incêndio que consumiu TODO o material que seria usado nas unidade municipais), disse que tomará providencias.

A segunda iniciativa já no quesito de Segurança partiu da Secretaria de Educação Municipal através da secretaria Flavia Resende, que revelou que existe estudos orçamentários para instalação de câmeras de monitoramento nas referidas unidades para garantir e a segurança de docentes, alunos e do patrimônio publico.

OUÇA:

 

COMPARTILHE