Início Geral Perfil: Gilmar Gimenes o Deputado de Fernandópolis e região

Perfil: Gilmar Gimenes o Deputado de Fernandópolis e região

Filho de um comerciante e de uma dona de casa, o empresário, engenheiro e gestor público Gilmar da Silva Gimenes (PP) nunca pensou em concorrer a cargos eletivos. Até então, toda a sua trajetória profissional estava voltada às áreas de gestão e de finanças: Gimenes se formou em Engenharia Mecânica e de Produção, pela FEI ” Faculdade de Engenharia Industrial e em Administração de Empresas e Gestão de Cidades, pela FAAP.

Ele trabalhou por mais de 20 anos na Caixa Econômica Federal, onde chegou ao cargo de superintendente regional na cidade de São Paulo, de onde se afastou, em 1998, para ser chefe de gabinete do deputado federal Júlio Semeghini, seu amigo de infância, após ter sido o coordenador geral de sua campanha eleitoral.

-- continua depois da publicidade --
-- continua depois da publicidade --
-- continua depois da publicidade --

Coordenou, ainda, outras três campanhas a deputado federal do amigo Júlio, e quando este assumiu a Secretaria de Gestão Pública do governo Geraldo Alckmin, em 2011, o convidou a ser o diretor de Serviços ao Cidadão (Poupatempo e Acessa São Paulo) na Prodesp ” Companhia de Processamento de Dados do Estado de São Paulo, onde também acumulou a diretoria administrativa e financeira, até abril de 2014, quando se desincompatibilizou para ser candidato a deputado estadual pelo PSDB.

Gilmar Gimenes também foi assessor especial do presidente da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, onde ajudou a estruturar e implantar o Banco Postal.

Ainda na Prodesp, teve participação ativa nos projetos de modernização do Detran para que o órgão passasse a ter como premissa o modelo Poupatempo de atendimento e também trabalhou no projeto Poupatempo 2ª Geração, para que o governo pudesse atender melhor ao cidadão nas cidades médias, em parceria com as prefeituras e iniciativa privada, passado de 28 postos quando assumiu, para 58 postos no momento em que deixou o cargo. Também participou do projeto Detecta.

J

Primeira eleição

A experiência na administração pública fez com que Gilmar Gimenes ingressasse na política. “Eu entendi que era o momento de buscar um novo espaço. No parlamento posso contribuir para melhorar a vida das pessoas”, afirma.

Em 2014, disputou a primeira eleição e obteve 63.884 votos em 504 municípios do Estado, ficando na suplência de deputado estadual. Tomou posse na Assembleia Legislativa em 1º de janeiro de 2017. “Tenho como metas trabalhar principalmente pela saúde, educação, habitação e geração de emprego. O meu mandato prioriza oportunidades iguais aos cidadãos nas mais diversas áreas”.

Mandato

Em apenas seis meses de mandato conquistou espaços importantes. É membro efetivo da Comissão de Ciência e Tecnologia e suplente da Comissão de Constituição, Justiça e Redação da Assembleia, além de ter idealizado a Frente Parlamentar Brasil/China, da qual é o coordenador. A Frente tem como propósito trazer grupos chineses de porte, para fortalecer as relações e buscar investimentos para o estado.

Para o deputado, o papel do legislativo estadual junto à população precisa evoluir. “Todos os deputados devem estar conscientes de que fomos eleitos pela população e estamos aqui para representá-la e fazer o possível para garantir às pessoas os seus direitos. Elas nos ajudaram a chegar onde estamos.”

 

Gimenes diz, como membro efetivo da Comissão de Ciência e Tecnologia, que “o uso de recursos tecnológicos ajuda o País a avançar. Tanto na área da saúde, de educação, de segurança e de todos os outros segmentos. A tecnologia ajuda, ela não para”.

Ele cita o projeto “Detecta”, sistema de monitoramento inteligente implantado pelo Governo do Estado de São Paulo que ajudou a montar. O sistema identifica uma possível ocorrência e emite um alerta a um policial, que recebe também o histórico criminal do local e pode acionar a viatura mais próxima. “A finalidade é trabalhar em parceria com a polícia. Você coloca centenas de câmeras na cidade e na periferia para ajudar o trabalho deles”, explica.

Fernandópolis

Gimenes nasceu em Fernandópolis e quer tornar a cidade um Município de Interesse Turístico. “Fernandópolis é caracterizada por ser uma estância hidromineral e um setor hoteleiro com várias piscinas aquecidas naturais. O projeto está tramitando na Assembleia e aguarda votação”, diz.

Um país melhor 

O deputado acredita que a reforma trabalhista é necessária e lembra que a Legislação Trabalhista é de 1945, época de Getúlio Vargas. “As empresas não conseguem mais trabalhar dessa forma.”

Sobre a reforma previdenciária, entende ser extremamente necessária, mas defende uma revisão da proposta apresentada pelo governo federal. “É preciso haver diálogo com a população. Alterações que poderiam atender grandes centros como São Paulo, por exemplo, não necessariamente serviriam para a população do Norte e Nordeste, onde temos outra realidade”, diz.

Para ele, a reforma política também é importante. “Está sendo discutida, em uma eventual reforma, a opção de lista partidária fechada. Sou totalmente contra, pois ela eterniza o conjunto de parlamentares, não oferecendo oportunidades para pensamentos novos. É preciso oxigenar, entendendo inclusive, que o parlamento deva ter limitação de mandatos e no caso do Congresso Nacional revisão do número de cadeiras, ajustado à proporção do número de habitantes por estado. Sou favorável à implantação do modelo voto distrital.”

Gilmar Gimenes lamenta o momento difícil pelo qual passa o Brasil. “A crise foi gerada nos últimos 14 anos e fez com que o País chegasse a esse ponto. Agora temos que trabalhar muito para retomar a economia e vislumbrar momentos melhores. É preciso rever tudo e fazer um país melhor daqui para frente”, afirma.

COMPARTILHE