Início Zona Sul Entenda porque Fernandópolis ainda não está pronta para ter uma Guarda Municipal

Entenda porque Fernandópolis ainda não está pronta para ter uma Guarda Municipal

Requerida nas duas últimas gestões de Fernandópolis, e repelidos devido à falta de verbas públicas, o pedido para a implantação de uma Guarda Municipal voltou à pauta de pedido de informação do Executivo.

Embasado na necessidade de garantir a segurança nas escolas e ao patrimônio público, a implantação guarda municipal seria uma excelente alternativa para a questão, segundo alguns vereadores.

-- continua depois da publicidade --

De fato. Só que a cidade já conta com um convenio com a policia Militar chamado Atividade Delegada. Os policiais em Atividade Delegada atuarão na vigilância de espaços e prédios públicos, fiscalização de normas municipais e do trânsito.

Voltando a Guarda Municipal, Fernandópolis não terá uma tão cedo. Não por falta de proximidade politica ou de verba em caixa, mas por uma simples questão de logística. Quem explica é o prefeito André Pessuto.

OUÇA:

Estatisticamente, cidades abaixo de 100 mil habitantes a Guarda Municipal seria preciso um dispêndio muito grande de recursos, entre treinamento , equipamento e viaturas. Porém caso a cidade consiga o titulo de estancia turística, como é o caso de Sta Fé do Sul, há um recurso do Governo Federal dedicado exatamente para esse tipo de fim, não importando o numero habitacional. A equipe de Pessuto já iniciou os trabalhos na busca desse titulo para Fernandópolis, amparado nas águas termais  e turismo rural.

 

 

COMPARTILHE