Início Zona Leste Desaparecidos de Fernandópolis e região ganham as manchetes nacionais

Desaparecidos de Fernandópolis e região ganham as manchetes nacionais

A jovem Andressa Silva de Brito, de 17 anos, está desaparecida desde o dia 1º de novembro. A família, que é de Fernandópolis, registrou boletim de ocorrência e está mobilizada nas buscas pela estudante.

O funcionário público Ademar de Brito, pai de Andressa, disse que a última vez que viu a filha foi na manhã do dia 1º, quando os dois almoçaram juntos em casa. “Depois disso eu saí e quando voltei, por volta das 13h, ela já não estava mais”, afirmou.

-- continua depois da publicidade --
-- continua depois da publicidade --
-- continua depois da publicidade --

Segundo ele, Andressa não deixou nenhuma pista sobre onde ia. Ela também levou o celular. Como o chip do aparelho está cadastrado no nome do pai, ele conseguiu, junto à operadora, a lista ligações feitas pela filha. “Já liguei para todos os números que ela havia ligado, mas até agora, não consegui nada”, disse.

Após 5 dias desaparecida, a garota entrou em contato com os pais nessa segunda feira (06), anunciando seu retorno em breve. A familia não deu maiores detalhes

 Fernandopolenses desaparecidos

Notícias de desaparecimento de Fernandópolis  tem ganhado cada vez mais os meios de comunicação locais.  Na última semana um cabeleireiro de Fernandópolis sumiu por quase 48 horas e foi encontrado na cidade de Votuporanga. Ele teria envolvimento com drogas e furtado carro da própria mãe.

Meses atrás um médico também da cidade de Fernandópolis, mas que atua na região desapareceu por mais de uma semana até ser localizado após apelo nas redes sociais. Segundo informações após o término de um relacionamento ele havia se isolado na cidade vizinha.

 

NA REGIÃO

Mas a grande repercussão aconteceu nessa semana com o desaparecimento e a morte de Kelly Camurro de 22 nos, ela teria agendado uma carona em um grupo de rede social para fazer o trajeto entre Rio Preto e ia visitar o namorado em Itapagipe quando acabou assassinada friamente. O nome de Kelly ganha as manchetes dos principais jornais nacionais desta semana.

CONTATOS

As polícias Civil e Militar também buscam informações sobre o paradeiro de Andressa. Quem souber de algo que possa ajudar nas investigações pode entrar em contato com o telefone 190, da Polícia Militar, ou 197, da Polícia Civil. As ligações são gratuitas.

 

COMPARTILHE