Início Zona Leste Correntistas de Fernandópolis tiveram conta clonada dentro da agência bancária

Correntistas de Fernandópolis tiveram conta clonada dentro da agência bancária

A Justiça de Fernandópolis determinou expedição de levantamento no bojo de uma sentença de danos materiais e morais contra o Banco Bradesco, com sede no município. Pelo despacho, assinado pelo juiz Heitor Miúra, o valor a ser levantado a dois correntistas será de R$91.010,59.
Dos autos trata-se de Ação de Reparação de Danos cumulada com Obrigação de Fazer com Pedido Liminar proposta pelos correntistas em face de Banco Bradesco , alegando que seu cartão eletrônico foi clonado na agencia e sua conta conjunta, está com saldo negativo, quando deveria ter R$ 33.924,54, por isso, requereu danos materiais, morais, lucros cessantes e ainda o cancelamento da conta conjunta independentemente do saldo negativo.

Segundo a Justiça”(…)a responsabilidade civil do Banco/Réu é objetiva quanto aos danos gerados por fortuito interno relativo a fraudes ou delitos praticados por terceiros no âmbito de operações bancárias, dessa forma a responsabilidade destas instituições bancárias é de gerir as contas com segurança.

-- continua depois da publicidade --

Observa-se que o golpe foi perpetrado nas dependências da agência do Réu como se vê pelas imagens trazidas pelo próprio. Destarte, a culpa não pode ser imputada exclusivamente aos Autores posto a inadequada prestação dos serviços do Réu, seja pela negligência ao não manter seus funcionários em locais adequados ao atendimento dos clientes, seja por não manter um sistema de segurança interno eficaz”(…).

 

 

COMPARTILHE