Início Zona Sul conveniados do IAMSPE já tem data para retornarem ao atendimento em Fernandópolis

conveniados do IAMSPE já tem data para retornarem ao atendimento em Fernandópolis

O drama dos  cerca de 4 mil servidores estaduais, usuários do Iamspe em Fernandópolis, já tem prazo para acabar: outubro. A ata de habilitação do convênio com a Santa Casa foi publicada no Diário Oficial do Estado na quarta-feira, 6. “Após a publicação, o contrato será assinado em até 15 dias, com início dos atendimentos no começo de outubro”, diz a nota do Iamspe ao jornal CIDADÃO.

O convênio entre Santa Casa e Iamspe foi suspenso em junho e nos últimos quatro meses foi travada intensa negociação para o restabelecimento do atendimento. O prefeito André Pessuto chegou a se reunir em São Paulo com o superintendente Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual Latif Abrão Junior, após intervenção dos deputados da cidade.
Parte do atraso na renovação do convênio foi justificada pela falta de certidão negativa da Santa Casa.  Somente no final de agosto, o problema burocrático foi superado e o Iamspe publicou o edital para credenciamento de hospital em Fernandópolis, com prazo de entrega da documentação em 1º de setembro. Seis dias depois, na quarta-feira, o Instituto publicou o ata de homologação da Santa Casa, como já era previsto e estima retomar o atendimento a partir de outubro.

PRÓXIMO MÊS

-- continua depois da publicidade --
-- continua depois da publicidade --
-- continua depois da publicidade --

Durante este período  de quatro meses, usuários de Fernandópolis  que precisaram de atendimento médico estão tendo que utilizar as Santas Casas de Jales, Votuporanga e São José do Rio Preto. “Fernandópolis faz parte da região de São José do Rio Preto onde o Iamspe está presente em 12 municípios e oferece mais de 287 serviços médicos, laboratoriais e de imagem e hospitais”, acrescenta a nota do Instituto.
O convênio, cujo contrato será assinado até o final deste mês, fixa cota mensal de gastos de R$ 100 mil para a prestação de serviços, o que inclui 300 consultas/mês, 1.000 exames laboratoriais, 20 tomografias, 200 fisioterapia, 10 ressonâncias magnéticas, entre outros, totalizando 21 serviços (veja quadro).

MÉDICOS

Na nota ao CIDADÃO, o Iamspe informou ainda que mantém aberto o credenciamento de médicos  no seu  site. A informação é uma resposta à reclamação dos usuários pela falta de opções de especialidades médicas na cidade.
No site do Instituto não tem médico credenciado para as especialidades como Dermatologia, Pediatria, Oftalmologia, Alergista, Pneumologia e Urologia. As especialidades com profissionais credenciados na cidade são: ginecologia, cardiologia, ortopedia, otorrino, gastro e clínica médica.

COMPARTILHE