Início Zona Oeste CALVÁRIO DA LEI III: Depois de dizer que delegados do interior só...

CALVÁRIO DA LEI III: Depois de dizer que delegados do interior só servem para pescar, governador volta atrás e faz nova promessa

[DESCRIÇÃO COMPLETA DA PAUTA.] DATA: XX/XX/2012. LOCAL: XXXXXXX/SP FOTO: DU AMORIM/A2FOTOGRAFIA

Dos 645 municípios paulistas, 256 não têm delegado titular. No interior, delegados são responsáveis por até quatro municípios simultaneamente e convivem com a falta de investigadores e escrivães. Por aqui 47 cidades da região estão sem delegados, o que representa metade dos municípios abrangidos pela Deinter 5 que é de 96. O levantamento é do Sindicato dos Delegados do Estado de São Paulo. A situação não atinge apenas as pequenas cidades. Fernandópolis, atualmente não tem delegado titular na Delegacia de Defesa da Mulher e no 1o Distrito Policial. O problema se estende pelas cidades sob jurisdição da Seccional de Fernandópolis

Em Fernandópolis a situação é crítica. Das 12 cidades na área de cobertura da Delegacia Seccional de Fernandópolis – incluindo o município sede – sete não contam com um delegado titular: Indiaporã, Mira Estrela, Pedranópolis, Populina, Turmalina, São João das Duas Pontes e Ouroeste.

-- continua depois da publicidade --
-- continua depois da publicidade --
-- continua depois da publicidade --

Por aqui são 4 delegados revezando 30 dias de plantões (aos finais de semana e feriados a cada 12h há um revezamento desses profissionais) e cobrindo 15 unidades, porque acaba comprometendo a maioria das investigações, inclusive a de crimes violentos.

Tudo isso acaba interferindo nas investigações de crimes graves, como o recente assassinato na cidade, que mesmo sob a decorrência de plantões de mais de 48 horas seguidas, feito por apenas um delegado, o crime foi elucidado em menos de 1 semana.  Com a troca constantes de profissionais os processos acabam ganhando lentidão, o que pode resultar no atraso para a resolução dos mesmos. Sofre a categoria, sofre a população.

O 4Cantos vem  denunciando com frequência escalas abusivas de trabalho atraso nas investigações e falta de resultados da Policia Civil, justamente pela falta de atitude do Governo do Estado na contratação de novos profissionais. Raquel Kobashi Gallinati, presidente do Sindicato dos Delegados e equipe esteve reunida com servidores de Fernandópolis, onde pode ouvir de catalogar mais um dos suplícios dos delegados e servidores da categoria

OUÇA:

VAI PESCAR

Após o governador Geraldo Alckmin afirmar em uma entrevista para uma emissora de televisão,  que cidades pequenas não deveriam ter delegados, pois a única função desses profissionais seria “ir pescar” Sindicato dos Delegados do Estado de São Paulo (Sindpesp) e outros, foram para cima do governo do Estado alegando que há  uma situação de desmonte da Policia Civil .

Com um efetivo muito abaixo do mínimo razoável, a qualidade de investigação e de atendimento à população caem. Isso sem considerar que muitas delegacias estão sucateadas, sem condições de trabalho. Com 1,8 mil aposentadorias pedidas para este ano, outras 3,2 mil que serão solicitadas e sem reposição, a tendência é piorar”, disse a delegada Raquel Kobashi Gallinati, presidente do Sindesp.

Uma semana após ser contestado de suas declarações por milhares de delegados pelo estado, Alckmin prometeu estudar a possibilidade de contratar os cerca de 2,3 mil policiais que passaram nos concursos e não foram convocados e de reajustar os salários no meio do ano.

SUCATEAMENTO PROPOSITAL

Existe uma suposta hipótese, vinda principalmente por policiais civis, que o Governo está propositalmente sucateando o setor para aderir ao Ciclo Completo efetuado pela Polícia Militar justamente com embasamentos de que a policia civil não tá funcionando. o Ciclo Completo extingue a linha de trabalho da Policia Civil unificando todo o trabalho. Ou seja, junta-se na mesma força policial a prevenção, a repressão e as investigações dos crimes. No Brasil, a PM é responsável pela prevenção e repressão e a Polícia Civil pela investigação, porém quem está conduzindo totalmente a negociação do ciclo é a PM.

COMPARTILHE